01/12/10

De Súbito...Limpo

Sobe escadas
Trepa paredes
Solta palavras
Ainda verdes
Talvez envenenadas
Peles suadas
No leito matinal
Aconchegadas
Mentes rebuscadas
Deambulam no Olimpo
No profano no satânico
No tântrico instinto
Terra fria
Céu limpo
Diferencia tudo que sinto
Acordo, adormeço
Durmo, esqueço.

1 comentário:

Phil disse...

Gostei...muito profundo!

Boma Ano 2011...