04/02/14

Letras

Bem vem abaixo
Cidade no frio
Tudo quer combater esta neve

Noites sóbrias
e na minha mente
Diz-me só que não estou indo para casa.
e deixarei de esperar ao pé do telefone

Quarto chão
e o silêncio coagulado
Desculpa amor Estou fugindo do lar
Sou filho do sol e das estrelas que amo.

Sem comentários: