10/06/17

Matilde e Zé numa cabana em Malibu

De sombras envoltos em peles e sopros
ligaduras em fel de espátula
retaliando fugas rupestres

Que sorvo deste quando banho tomas
destituis a raça diluis a farsa na água
e na moradia esparsa acorres ao pescoço

como de latitudes diversas fossem
emparelhando os sonhos, em riste
na areia quente triste rubor

aterrar na medalha como um campeão
bailando ao som da fúria, como o contratempo
de ir nu contra a corrente correndo.

Sem comentários: